Arquivo da tag: sobre os cinco caras

Sobre os cinco caras: Quinto cara, Guilherme

Imagem

     Bom, aqui estamos nós, no último post dessa “serie de crônicas” falando sobre meus exs-atuais rolos. Confesso que de início essa ideia de falar sobre garotos que já se passaram e marcaram minha vida não me agradou muito, tenho problemas para contar coisas da minha vida para as pessoas. Mas decidi e nem acredito que deu certo mesmo, to ate impressionada ao ver as estatísticas do blog e ver como tem gente vendo esses posts.

     Mas vamos falar sobre esse garoto.

     Nada começou como num conto de fadas, onde nos olhamos e pronto, a paixão rolou. Pelo contrário, estava cheio de gente, dei uma olhada mas nem reparei muito, fomos apresentados e nada demais, apenas mais uma pessoa dessa minha cidade pequena que fico sabendo o nome. Não tinha nenhuma intenção quanto a ele, nem amizade, nem nada. Mas ai começamos a conversar porque realmente não tinha nada para fazer, estava chato, quem é que gosta de aula particular? Realmente não era um dos meus lugares favoritos, mas vamos voltar no assunto. Começamos a conversar sem nada demais, ele era bonitinho, ta, mas e dai? Eu estava apaixonada, não queria ninguém sem ser aquele garoto, não queria saber do Guilherme, ta não queria dizer o nome dele, mas já foi. Guilherme.
     Ele estava no segundo ano e eu na oitava serie, ele era inteligente e eu estava em uma fase onde só queria namorar. E ele me ensinava algumas coisinhas bobas por bondade, perai, bondade? Ah como era inocente!
Alguns dias depois ele pediu meu número, passei, nada demais afinal. Começamos a trocar SMS. Ta, ai já tem algumas coisinhas demais, mas que mal tem? Ele passava as tardes comigo todos os dias. Então, ele quis ficar comigo, e eu, reagi da mesma maneira, afinal que mau fazia? 

     
Ta, fazia muito mau, eu estava apaixonada, e namorando (ta ai outra coisa que não queria contar, mas já foi). Sim, trai. Errado? Demais. Me arrependo? Não! Porque? Por que alguns meses depois descobri que meu “namorado” da época merecia muito isso, e que o garoto, não era tão gente boa quanto imaginei, e sabe o que isso me ensinou, a não esperar nada de ninguém, a não me iludir, e nem a esperar que minha vida seja perfeita. Pois não vai ser, vou errar, e muito. E jamais vou me arrepender de algo que na hora me parecia o certo.

      E você deve estar se perguntando, o que que ele tem de tão importante assim para entrar aqui na minha listinha de crônicas. Nada, ele não fez e nem tem nada, simplesmente o erro que fiz, usando ele, me mostrou tantas coisas que acho que se não tivesse passado por isso não passaria. 

E aqui esta, minha quinta e ultima crônica da sessão “sobre os cinco caras”.

Espero que tenham gostado, beijooos, carol

:*

Anúncios

Sobre os cinco caras: Quarto cara, Gabriel

Imagem

     Era apenas mais um dia, passei por você como se fosse apenas mais um, senti seu cheiro e comentei com minha amiga, ate ai tudo bem. Só um aluno novo gato. Ta legal, bem gato, muito gato. Mas deixa isso para lá. Começamos a conversar graças à professora de ensino religioso que colocou nos dois sentados um do lado do outro. Começamos a conversar e conversar, e quando vimos já estávamos nos apaixonando.

 

     Nossa, falando assim pareço uma hipócrita, ate parece que essas historias assim perfeitas acontecem realmente. Mas para mim isso também era impossível, me espantei quando percebi que tudo estava indo perfeitamente, bem que dizem que tudo o que é bom dura pouco, realmente, esse ai durou muito pouco!

     Mas vamos na história em si. Quando VOCÊ começou a gostar de mim, eu estava quase ficando com seu irmão (hahaha opss não era para falar!), mas por motivos bobos e discussões mais bobas ainda nada aconteceu. Então sempre que eu e você estávamos conversando, ficávamos sem graças e ai rolava aquele clima, eu sempre mudava de assunto, saia de perto ou começava a falar bobagens, mas somente, porque, não queria demonstrar que estava sentindo o mesmo.

     Depois de muito enrolar, um dia aconteceu. Foi perfeito, do jeito que eu esperava. Pode-se dizer que foi um dos melhores beijos que já dei. Mas ai, tudo foi acabando, acho que só foi aquilo e pronto, nada, nunca mais foi perfeito. Pelo contrário, depois foi ficando ruim demais, discutíamos muito. Mas quer saber, nem to ligando. Foi uma experiencia, assim como todas as outras que eu vivi. Passaram, e hoje estou aberta a novas pessoas, novas oportunidades, novos momentos e novas experiencias. E é sobre isso que o próximo post fala, sobre o agora, uma crônica sem final, pois esta acontecendo nesse exato momento, e ai? Sera que fica bom?

Ate a próxima, beijos, Carol 🙂

Imagem

Sobre os cinco caras: terceiro cara, Edgar

Imagem 

     Agora, as honras de estar no meu texto é de um caso antigo. Acho que foi o mais longo de todos, pois ele passou por todos os caras que eu vou falar aqui, ele fez parte de cada uma das histórias. Edgar. Bom como eu descrevo o Edgar? Ele é bonito demais, alto, forte, e bem mais velho que eu. Quando começamos a conversar foi pelo Facebook, postei uma foto minha com uma amiga, que era prima dele, e ele me adicionou. Começou a falar que queria me encontrar e que tinha me achado muito linda. Ate ai tudo bem, mas descobri pela Luana (aquela minha amiga que era prima dele) que ele tinha namorada, é claro que não quis ficar enquanto ele não terminasse com ela. Ele terminou veio passar o fim de semana na casa dos seus tios me ver, e foi incrível, o melhor fim de semana da minha vida.

     Depois que ficamos pela primeira vez, ele passou a vir para minha cidade todos os fins de semana, ele morava no rio de janeiro com o pai. E assim nos íamos ficando, ele queria namorar, mas eu não estava à vontade já que ele morava longe, como podia saber o que ele estava fazendo. Preferi continuar só ficando. Ate que comecei a ficar com outro garoto quando descobri que ele também fazia isso.  Então, com umas semanas comecei a namorar . E o mais legal, que sempre que terminava com esse meu namorado, ele vinha para ca e ficava comigo, isso era questao de uma hora, terminava agora, duas horas depois ele estava aqui.

     Quando terminei de vez, ele veio para ca e ficou uma semana, nos ficamos durante uma semana todos os dias. E ate hoje, de vez em quando ele aparece e diz que não vai me abandonar, mas não culpo ele, o assunto vai acabando, ai a gente para de se falar ate que ele vem denovo. E assim prosseguimos, ele aparece, nos ficamos, e ele vai embora, nos nos afastamos.

     O próximo garoto vai ser o gabriel, que era meu melhor amigo, e virou namorado. Já pode imaginar no que vai dar ne? Hahaha